Fique sempre atualizado!
Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail.
Widget by MundoBlogger

sexta-feira, 26 de março de 2010

0

Zezé Polessa Vê Fantasma No Projac

Zezé Polessa contou na coletiva deEscrito nas Estrelas, nesta sexta-feira (19), que viu o fantasma do ator Miguel Magno (ele morreu no ano passado), no Projac.

"Eu vi o Miguel Magno. Estava conversando com alguém e vi uma bolsona passar, do jeito dele. Quase cumprimentei", brincou.

A trama, que estreia dia 12, vai tratar de assuntos espirituais. Zezé será a vilã Sofia, casada com Vicente (Antonio Calloni) e mãe de Beatriz (Débora Falabella).

Zezé Polessa estará na novela 'Escrito nas Estrelas'
Foto: TV Globo/Divulgação

Para ver o artigo original clique aqui

sábado, 20 de março de 2010

1

Fantasma Ataca "Ghost Hunter"

sexta-feira, 19 de março de 2010

0

O Verdadeiro Caso Do Filme "O Exorcista"



A história relatada no livro de 1971, de William Peter Blatty, e recontada em filme dois anos após, com grande sucesso de público e crítica é praticamente do conhecimento de todos. O que poucos realmente sabem é que, por trás de toda a ficção do relato, há um fundo histórico verdadeiro. Segundo consta, Blatty (na época estudante da Universidade de Georgetown, em Washington, DC), leu um artigo publicado no Washington Post em 20 de agosto de 1949, relatando um exorcismo de um garoto de 14 anos ocorrido em Mount Rainier, no estado de Maryland, subúrbio de Washington, DC. É esta história real, ou pelo menos o que sabe sobre ela, que tentaremos resumir nestas linhas.

O garoto, que iremos chamar de Robert Mannheim (pois não se conhece seu verdadeiro nome), viveu uma vida normal até que sua tia Harriet morreu. Deprimido, Robert tentou contactá-la utilizando uma Mesa Ouija (no Brasil temos uma variante deste "jogo" em que se utiliza um copo, ou algo parecido, e letras desenhadas em círculos, onde supostamente os espíritos nos dão respostas), pois ele e sua tia haviam passado horas tentando contactar os mortos quando ela estava viva. Logo após, estranhos ruídos passaram a ser ouvidos na casa de Robert. Mais tarde, tudo tornou-se mais aterrador quando o garoto passou a assumir uma personalidade "demoníaca", praguejar continuamente e desenvolver cortes na pele espontaneamente. Os seus pais consultaram um médico e um psiquiatra tentando achar respostas, mas foi constatada a perfeita saúde mental e física do garoto.

Apavorados, os pais estavam convencidos que o garoto estava tomado pelo Demónio. E convencido também estava um padre quando tentou livrar o garoto do espírito conduzindo um exorcismo em um hospital local. Enquanto o padre proferia as palavras "livre-nos do mal" o garoto debateu sua mão livrando-se das correias que o prendiam e, com um pedaço solto da cama, atacou o padre, que precisou de mais de 100 pontos para o corte provocado em seu braço. Isto foi apenas uma parte do processo de 4 meses que durou de Janeiro ate Abril de 1949.

William Peter Blatty, antes de escrever seu livro, contactou o padre William Bowdern, um dos envolvidos no caso de 1949, mas o mesmo havia prometido proteger a família e recusou-se a dar qualquer detalhe do caso. Contudo, Bowdern mantinha um diário durante o ocorrido, e uma cópia deste diário, por meio do padre Walter Halloran, caiu nas mãos do escritor Thomas Allen em 1986. Allen pode ler como um equipa de padres jesuítas realizou uma série de exorcismos - rezando e borrifando o garoto com água benta durante um mês na casa de parentes do garoto e no Alexiam Brothers Hospital em Saint Louis, no estado do Missouri. A possessão de Robert acontecia à noite – ele se debatia selvagemente, praguejava e cuspia nos padres – e durava até o nascer do sol. Os cortes que apareciam no peito do garoto eram ainda mais sinistros, parecendo rabiscou ou arranhões feitos por espinhos, onde as palavras INFERNO e ÓDIO podiam ser lidas em sangue. Os padres rezavam quase continuamente em latim, pois acreditavam que isto iria apressar Cristo que iria confrontar o Diabo.

No domingo de Páscoa de 1949 – depois de 24 noites – Robert se recuperou. Abriu seus olhos e disse, "Ele se foi". Especialistas médicos que analisaram o caso de Robert sugerem que ele poderia estar sofrendo de um ou mais dos seguintes males psicológicos:

Automatismo: acção de maneira mecânica ou involuntária, uma característica de algumas formas de esquizofrenia.
Síndrome de Gilles de La Tourette: desordem na personalidade, na qual as vítimas gritam descontroladamente, soltam grunhidos, debatem-se e usam linguagem suja ou indecente.
Desordem obsessiva e compulsiva: ataca na forma de ansiedade com pouca relevância para eventos actuais, ou denota extrema urgência de realizar actos não necessários ou irrelevantes.

Os médicos que examinaram Robert, contudo, não encontraram qualquer evidência de nenhum destes sintomas.

Allen localizou Robert, agora um homem casado com mais de 60 anos e com seus próprios filhos. Sua conclusão foi que Robert foi uma inocente vítima do horror... de um evento estranho e incompreensível, cujas raízes culturais e psicológicas são mais profundas que as do cristianismo.

O cristianismo deste século tem uma atitude dividida em relação ao exorcismo. Por um lado tem mantido distância de sua prática trabalhando mais próximos a psiquiatras e médicos e autorizando estudos para lançar luz sobre o fenómeno. Por outro lado, a Igreja Católica tem encoberto a prática com um manto de silêncio, apesar do facto de que o Papa João Paulo II confirmadamente exorcizou uma jovem garota em 1982. O padre Gabrielle Amorth é um dos poucos exorcistas preparados para discutir seu trabalho. Atualmente em Roma, o padre diz ter realizado 50.000 exorcismos, mas acha que somente 84 foram genuínas possessões. Ele diz que os sintomas incluem uma pessoa tornar-se extremamente forte, xenolalia (falar em uma língua estrangeira desconhecida à vítima) e revelar segredos sobre as pessoas.

Um relatório sobre exorcismo foi compilado pela Igreja da Inglaterra em 1972 por uma comissão que incluía representantes católicos e um consultor psiquiatra. Apesar de o relatório pretender desbancar as possessões, acabou endossando o exorcismo de lugares, dizendo que "a interferência demoníaca... é comum em lugares não consagrados... assim como em conexão com sessões espíritas".

Exorcismos de pessoas, contudo, eram "extremamente duvidosos". De acordo com o relatório, aqueles que se acham possuídos deveriam procurar um médico e chamar um padre somente como último recurso. O cânone dominicano Walker, de Brighton, coordena o Grupo de Estudos do Exorcismo Cristão. Ele é um conselheiro experiente no que se refere ao exorcismo, mas consegue lembrar de somente 7 casos genuínos durante sua vida religiosa. "Normalmente, tudo que é preciso são conselhos e rezas". Ele acredita que alguns clérigos podem plantar a ideia de possessão demoníaca na mente dos que vêm para um consulta.

Outros casos e alguns perigos
Tal como o caso de Michael Taylor, de Ossett, no estado de Workshire. Em 6 de Outubro de 1974, Taylor assassinou sua mulher dilacerando seu rosto com suas próprias mãos. Taylor havia passado por sessões de exorcismo. Padre Peter Vincent, de Saint Thomas Gawber, próximo à Barnsley, conduziu o exorcismo, ajudado por um pastor metodista e sua esposa. Eles exorcizaram Taylor de 40 demónios, excepto um - assassino. Taylor foi declarado inocente do assassinato por razões de insanidade. Escapou da prisão, mas foi sentenciado pelo juiz, Sr. Justice Caufield, a internação hospitalar. Seu advogado culpou um grupo... "que alimentou neuroses à um neurótico e em poucos dias, transformaram-no em um maníaco homicida".

Em Janeiro de 1995, uma mulher canadense de 43 anos, Ana Maria Canhoto, forçou sua neta de dois anos a beber água. Canhoto acreditava que a criança estava possuída pelo demónio e bebendo água, a criança se libertaria do espírito. Durante o exorcismo, a menina sufocou-se com o próprio vómito. Canhoto foi condenada a dois anos de prisão pelo assassinato de sua neta.

Reconhecendo tais perigos, algumas religiões estão banindo as práticas de exorcismo e substituindo-as por absolvições e bênçãos. Ao mesmo tempo, as igrejas Pentecostal e fundamentalistas, em incrível ascensão popular, atraem multidões para seus cultos de "cura", que "garantem" libertação imediata do demónio. Os críticos mantém a posição de que tais ritos atraem aqueles que querem chamar a atenção para si próprios. Argumentos similares podem ser usados para explicar os casos individuais, mas não se pode levar em consideração os depoimentos de pessoas idóneas que testemunharam aterradores, e aparentemente inexplicáveis, eventos durante um exorcismo.

De acordo com Thomas Allen, o diário do padre Thomas Bowdern do caso de 1949, lista 9 padres jesuítas que testemunharam Robert sendo possuído. Allen também descobriu um relatório da Igreja sobre exorcismo que foi assinado por 48 testemunhas. O Documentário Brian Kelly, natural de Washington, DC, cresceu em Georgetown, vizinhança onde parte do filme "O Exorcista" foram gravadas e se diz fascinado pela história. "Eu cresci com isso e temendo isso. Eu sempre ouvi que era baseado numa história de um garoto real. Isso me assustava. É terrível. Isso viveu comigo por um longo tempo. Por eu temer a história, tentei aprender mais", diz Brian, que produziu o documentário "In The Grip Of Evil", que conta a história da possessão ocorrida em Mount Rainier, MD, em 1949.

Mistérios
Duas questões devem permanecer um mistério para a maioria das pessoas. O nome do garoto e o endereço da casa em Mount Rainier onde ele morou. Segundo fontes iniciais, o endereço seria na esquina da Bunker Hill Road com 31st Street. Supostamente, após a mudança da família, a casa mostrou-se "invendável" e foi utilizada pelo Corpo de Bombeiros local como local de treinamento, não admirando ter sido queimada totalmente. Após 25 anos, a prefeitura utilizou o terreno para construir uma praça. Mas Kelly diz que isso tudo é mentira e que a casa ainda está lá.
Pessoas têm pesquisado estas informações, mas não conseguiram, segundo Kelly, chegar perto da real identidade e localização. As pessoas da vizinhança em Mount Rainier, que viviam lá em 1949, geralmente não querem falar sobre o caso. Para finalizar este resumo, ficamos com as palavra do padre Halloran, que forneceu o diário à Thomas Allen, lembrando-se de uma conversa com o padre na época do ocorrido. "Eles (a Igreja) nunca irão admitir se foi ou não foi um genuíno exorcismo", diz Bowdern, concluindo: "mas, você e eu sabemos. Nós estivemos lá..."

quinta-feira, 18 de março de 2010

1

Medium será chamado para contato com "fantasma" filmado por câmera de circuito interno de tv


Um "fantasma" na loja Simply Food & Drinks, na Durranhill Road, em Botcherby, Carlisle, Reino Unido, está causando polêmica ao redor do mundo e os donos da loja já pensam em chamar um médium.

Desde que apareceu no site News & Star, 5.000 pessoas fizeram o download da gravação misteriosa do Espírito no lado de fora da loja em Durranhill Road.


video

Imagens da aparição também apareceram em sites de notícias romenos, suecos e japonenes. As cenas estranhas foram vistas pelas funcionárias Trish Nolan e Sonya Hird quando o "fantasma" apareceu dentro e fora da loja quase 10 vezes em uma hora, na semana passada.

A gerente Sue McKie, disse ao News & Star, que os acontecimentos sobrenaturais continuaram no fim de semana. O "fantasma" aparece como uma névoa branca estranha nas telas do circuito interno que mostram o exterior da loja.

Ela se move em torno da área antes de desaparecer. McKie disse: "Aconteceu de novo no fim de semana. Eu não acredito em fantasmas, mas não posso explicar o que está acontecendo. Aconteceram algumas coisas muito estranhas. "

Ela acrescentou que os donos da empresa estão organizando a visita de um medium a loja e esperam lançar luz sobre o mistério.

Ela disse:"Os funcionários estão um pouco assustados e querem descansar as cabeças. "Temos seis câmeras na loja que desligaram aleatoriamente, mas a data e a hora permanecem na tela." A câmera de fora da loja também parece mostrar uma luz vindo de dentro da loja durante a madrugada.

"Mas neste momento a luz estava desligada, todas estão ligadas em um timer, e as persianas abaixadas."

Ela acrescentou que as câmeras foram limpas, assim uma marca na lente não poderia ser a culpada. McKie viu todas as filmagens, e observou 14 aparições "fantasmagóricas" no sábado e sete no domingo.

Assim como capta a atenção de todo o mundo, o fantasma tem captado a atenção da população local. Uma teoria diz que o fantasma foi perturbado por trabalhadores reformando um apartamento na estrada, com reputação de mal-assombrado.


Tradução: Carlos de Castro


Fonte: Arquivos do Insólito

quarta-feira, 17 de março de 2010

0

AS ASSOMBRAÇÕES DO CRESCENT HOTEL




Localizado em Eureka Springs, cidade do Arkansas, nos EUA, o Crescent Hotel tem uma peculiaridade muito interessante: ele é mal-assombrado. Isso mesmo, mal-assombrado!
Conta-se que um homem chamado Norman Baker havia aplicado um tremendo golpe. Iludiu inúmeras pessoas que tinham câncer, mentindo que possuía um remédio para curar tal doença. Em 1929, no auge da Grande Depressão, após fazer pequena fortuna e algumas das suas vítimas morrerem do câncer que ele prometera curar, Baker transferiu-se para o Arkansas, fugido, onde comprou um hotel já falido, empreendendo um novo negócio.
No entanto, o novo negócio não prosperou muito, como desejava, pois os hóspedes não permaneciam muito tempo no hotel. Afirmavam que o mesmo era assombrado. Viam vultos, objetos que se moviam, cortinas que balançavam fortemente mesmo com as janelas fechadas, escutavam sons estranhos que lembravam gemidos de alguém com dor, etc.
O próprio Baker começou a ficar angustiado, pois associou as aparições em seu hotel com as vítimas que ele ludibriara e que morreram, vindo agora, do mundo dos mortos, vingar-se dele.
Baker quase enlouqueceu, afastando-se dos negócios e evitando aplicar novos golpes.
Mesmo assim, as assombrações no Crescent Hotel nunca cessaram, sendo hoje até exploradas comercialmente.
Casos como este são mais comuns do que se pensa.

Os lugares mal-assombrados são de todos os tempos e lugares.

Documentos antigos do Egito, da Babilônia, da Grécia, da Roma, da China, etc., noticiam a ocorrência de fenômenos insólitos em casas, palácios, templos, florestas..., vulgarmente reputados como mal-assombrados e geralmente relacionados à intervenção dos mortos.

terça-feira, 16 de março de 2010

0

O que é BRIEFING?

A parte de Briefing de um caso acaba sendo a parte mais simples de se realizar. O briefing seria o ato de explicar aos membros do grupo de investigação sobre o que vai ser feito, quais são os planos e mais detalhes sobre o caso.

Reunir um grupo e dizer apenas que todos irão numa casa antiga, investigar relatos de sons estranhos, não ajuda muito na investigação. Detalhes são necessários no intuito de preparar a todos para o que vai ser visto ou encontrado. Praticamente todas as informações conseguidas durante o processo de se pegar um caso podem e devem ser passadas durante o briefing. Onde fica, história do local, que tipo de acontecimento foi vivenciado no local, quem está sendo afetado pelos eventos, quais as condições atuais do local. Tudo isso é de muita valia para uma investigação.

Com poucas informações, um investigador pode deixar de levar algum equipamento que gostaria de testar ou que seria importante para o caso. Pode acabar levando equipamento a mais sem necessidade. Vestimentas inadequadas também podem ser um problema. Visitar um local que tenha muito entulho precisa de roupas que cubram mais o corpo, especialmente as pernas, para não haver cortes ou acidentes assim como botas ou tênis. Nunca ir de chinelo ou sandália aberta para um local onde possa haver pedaços de vidro e pregos no chão. Visitar um local que tenha áreas abertas numa região que tenha temperaturas elevadas, mesmo durante a noite, pede roupas mais leves. Não seria nada bom ter algum investigador passando mal com o clima no meio de uma investigação.

Saber um pouco mais sobre a história do local e que tipo de pessoa está sendo afetada por possíveis eventos paranormais também é muito importante. Um investigador com essas informações prévias, pode já imaginar que tipo de pergunta fazer ou que tipo de atitude tomar durante a investigação. Também evitaria uma possível gafe ou ato de desrespeito com os responsáveis. Visitar um local religioso exigiria mais respeito. Um investigador não poderia simplesmente chegar com trajes mínimos ou ficar usando expressões indelicadas. Respeito para com o cliente é sempre prioridade.

Para ver o artigo original clique aqui.

0

Você Conhece Seus Fantasmas?

O que seria um fantasma? Se procurarmos em um dicionário ou num livro técnico, fantasma seria o espírito que sai do corpo de uma pessoa que morreu e ficou na terra, vagando sem um rumo certo ou nem sabe que ja morreu..
O consenso geral segue essa definição de fantasma e os investigadores paranormais e aqueles que buscam sinais ou evidências de fantasmas também acreditam que fantasmas são originados de pessoas que morreram e, por algum motivo, ficaram na terra sem seguir o processo, dependendo da religião de cada um que analisa o fato.
Mas e a assombração? Normalmente se diz que uma assombração é a manifestação de um fantasma. Um fantasma pode se manifestar de várias formas e a cada uma dessas formas seria um tipo de assombração.
Existem 3 tipos básicos de assombrações:
Residual: Esse tipo de assombração costuma ser a mais comum. Consiste em sons, movimentos ou imagens que costumam se repetir sempre em algum horário ou data específicas ou sob certas circunstâncias ocorridas no local. Esses tipos de assombração não possuem interação com as pessoas ao redor e sempre executam a mesma ação até seu término.
Alguns pesquisadores ou investigadores acreditam que uma assombração residual não possui a participação de um fantasmas. Esse tipo de assombração se originaria no acúmulo de energia psíquica no local. Eventos de grandes proporçoes que geram uma grande reação emocional, costumam gerar essa energia psíquica. Grandes festas, acidentes trágicos, guerras, incêndios, mortes são causas comuns para gerar uma energia residual que se perpetua no local por tempo indefinido. Essa energia seria como um filme gravado na época em que houve o ocorrido. Esse filme fica gravado no local e seria exibido continuamente dependendo das condições locais. Simulando os eventos da época, pode ativar uma assombração residual.
Outra vertente, acredita que uma assombração residual seria causada por um fantasma de uma pessoa que não percebeu que já estaria morta. A pessoa morrera e por algum motivo não se deu conta ou não quis se conformar com sua morte e continua vagando pelo local onde morreu ou o local onde costumava viver. Para este fantasma, nada mudou. Ele veria o mundo ao seu redor exatamente como seria quando vivo e nem perceberia a presença de outras pessoas que chegam no local. Uma assombração residual pode perceber leves mudanças em seu ambiente e até notar a presença de pessoas vivas, mas costuma ignorar e não interagir.
Mas o que levaria a um fantasma ficar no local? Não importando qual vertente se segue, podemos considerar que uma asombração residual está associada ou a um local ou a um objeto. Existem locais ou construções que foram feitas em cima de grandes jazidas de minerais como quartzo ou outras rochas de formação ígnea. Assim como num relógio de ponteiro onde o quartzo é uma espécie de acumulador de energia fornecida pela bateria, uma imensa jazida desses minerais pode acumular uma grande quantidade de energia. Essa energia acumulada acaba se manifestando tempos depois, repetindo eventos passados. Um estudo geológico do local pode indicar uma grande possibilidade de ocorrência de assombração residual, mas a mesma pode ocorrer em escala menores sem a presença de tais minerais. Muitas vezes, a própria casa ou algum objeto pode servir como receptáculo para um fantasma se manifestar. Já é comum o conceito de um fantasma estar fortemente ligado a uma pessoa ou objeto e a existência do mesmo mantêm a assombração ativa por anos.
Sensciente: Não tão comum quanto uma assombração residual, mas com um número considerável de ocorrências, a assombração sensciente consiste em fantasmas que podem ou não ter conhecimento de sua morte, mas conseguem interagir com o meio ambiente e as pessoas próximas. Essas assombrações percebem a presença de pessoas e às mudanças que ocorrem no ambiente em que residem.
Muitas vezes, um fantasma sensciente não percebe a presença de pessoas vivas até acontecer alguma mudança considerável no ambiente. Uma casa antiga que passa por um processo de reforma ou renovação, mudança de moradores que alteram a disposição dos móveis ou até mesmo a retirada dos mesmos e até a reabertura de uma casa abandonada pode ativar esse tipo de assombração. Normalmente, nesses casos, o fantasma tende a querer voltar ao status anterior, se manifestando através de sons ou pequenos movimentos na mobília da casa ou em tudo que estiver à sua volta. Acredita-se que a principal intenção desse tipo de assombração não seria atormentar, machucar ou causar aflição nos vivos e sim retornar o ambiente a um status que ele estava acostumado. Se acontece algum evento que perturbe as pessoas que estão presentes, isso normalmente acontece de forma inconsciente para o fantasma. O mesmo não teria noção da consequência de seus atos. Um fantasma sensciente pode ter uma percepção maior do que um fantasma residual, mas não existe nenhum estudo que quantificasse ou qualificasse sua inteligência.
Uma assombração sensciente costuma responder a perguntas feitas ou se manifestar caso requisitado por alguém. O que é preciso ter em mente que nem sempre isso pode ocorrer. Por ser receptivo à mudanças externas, o fantasma pode não querer se comunicar, seja por medo ou por não considerar importante dar atenção para quem tenta se comunicar com ele.
Poltergeist: Esse tipo de assombração é o menos encontrado e o que menos se tem entendimento. Várias hipóteses surgem para explicar o que seriam os poltergeits. Poderia ser fantasmas que morreram de forma violenta ou que eram pessoas que cometeram atos de maldade em vida. Poderiam ser fantasmas que ficaram presos por algum motivo e "perderam" a razão e só querem perturbar os vivos. Existe inclusive algumas opiniões que alegam que poltergeist seriam entidades da natureza, e não fantasmas, que vivenm em locais afastados como castelos ou construções abandonadas que teriam sido retomadas pela natureza. Essas entidades, muitas vezes chamadas de elementais, procuram expulsar os intrusos de sua área.
Não importando a origem ou a essência de um poltergeist, é de comum acordo que esse tipo de assombração seria a mais violenta e com resultados mais drásticos. Não importando as consequências, tais assombrações seriam responsáveis por ferimentos em pessoas, destruição de objetos, danos materiais e danos psicológicos profundos. Como praticamente não existem relatos desse tipo de assombração em construções modernas ou nas cidades, o estudo de tais fenômenos é incompleto, mas pelo menos seria uma garantia de não haver problemas com eles.
A distinção entre os três tipos de assombração não é tão simples quanto se parece. Apesar do terceiro tipo agir de forma mais drástica, pode-se confundir ao analisar os eventos. Uma análise mais contínua e diversificada ajuda a identificar com qual assombração uma pessoa está lidando.

Para ver o artigo original clique aqui

segunda-feira, 15 de março de 2010

0

Fantasma Capturado Em Vídeo

Grupo Paranormal entrevistado no talk show local

Um grupo Paranormal de Tijuana, no México,afirma ter  um vídeo com um fantasma de um menino numa casa que está supostamente assombrado.

O grupo, com sede na cidade fronteiriça de Tijuana, México, recebeu uma chamada urgente de Raul Palacios, um pai preocupado porque a actividade poltergeist na sua casa estava atacando sua filha. Sr. Palacios era céptico, desde o início realmente não quer reconhecer que o que estava acontecendo na sua casa, era algo que estava fora do seu controlo.

NOTA: O vídeo que se segue tem uma longa conversa entre o apresentador do programa e Palacios Sr. e dois membros da equipa 'Grupo Paranormal ". Então eu decidi que em vez de fazer uma tradução, vou apenas resumir o que é dito na entrevista.

Sr. Palacios (visto no vídeo com uma camisa vermelha) disse que ele tem sido um céptico toda a sua vida. Ele não acredita em fantasmas ou assombrações.Foi no início deste ano que tudo mudou para ele. A filha de Palacios começou a ver um fantasma de um menino em torno de sua casa. Em vários momentos do dia, em várias partes da casa.A sua filha decidiu perguntar ao fantasma se queria comunicar com ela,e ele disse-lhe estava com medo de uma sombra escura e não queria ficar sozinho.

Sentindo que sua filha poderia estar ficando louca ou delirante da gravidez (ela estava nos estágios finais da gravidez) Sr. Palacios pensou que fora apenas imaginação. Um dia, ele e o resto da sua família começou a ver manifestações físicas do poltergeist. Objectos atirados ao redor da casa, barulhos estranhos e vozes podiam ser ouvidas ao redor da casa. Às vezes, sua filha, diria que o espírito do menino insistia com ela para não deixá-lo sozinho em casa. Sempre que a família saía de casa, a filha podia ver o fantasma do menino olhando pela janela.

Depois de alguns meses desta actividade poltergeist, o Sr. Palacios pensou que era possível que houvesse algum fenômeno dentro de sua casa, que não poderiam ser explicados logicamente. Ainda era céptico até que o fantasma do menino começou a aparecer ao resto da família que o Sr. Palacios sabia que sua casa era mal assombrada. Em um exemplo, ele estava na sala assistindo televisão, quando testemunhou a sua filha sair de casa de banho e de repente, do outro lado da sala, um objecto [placa acho que] foi jogado para ela.

Ele pediu a sua ajuda de uma igreja local, só para ter a actividade poltergeist voltou com força total. Desesperado e sem saber a quem perguntar, Sr. Palacios contactou a Tijuana equipe paranormal.
A equipe trouxe um médium que foi capaz de confirmar a história de medo do fantasma, de outro ser dentro de casa.

Esta sombra , foi a única a causar os ataques poltergeist sobre a família. De acordo com o grupo de paranormais, o médium disse que era o pai do menino que estava atormentando o garoto como ele fez na vida real. O médium afirma que o pai matou e enterrou o corpo na propriedade.

Com a ajuda da mídia, eles foram capazes de limpar a casa. Apenas para descobrir que a sombra se foi. Desde esse dia, o fantasma do menino permanece na casa. Dar uma mensagem para o além dizendo que ele está hospedado, a fim de proteger o feto e a mãe.

Durante os próximos meses, a filha era a única pessoa a ver Felipe correndo da casa.
Ninguém mais o viu. Após o nascimento de seu bebê, a filha não vê mais o fantasma de Felipe.
A partir desta data, não houve nenhuma actividade poltergeist relatada ainda na casa de Tijuana.

Notas sobre o vídeo:
Se você encaminhar para a marca de cerca de 3:00 minutos, você pode ver o que a equipe diz ser o menino a espreitar ao lado de  1 1 / 2 polegada de distância entre a parede e a TV.

Segundo a equipe, os ataques e poltergeist  só foram causados pela sombra sendo que, uma vez que mesmo após esta ter deixado a casa, não houve outros ataques contra a filha.

domingo, 14 de março de 2010

1

Suposto fantasma é fotografado em acidente numa estrada chilena

Um canal de notícias chileno mostrou imagens de um trágico acidente de carro ocorrido na Estrada A-16, conhecida como "A Estrada Maldita" pelos habitantes locais. As fotos do acidente mostram algo peculiar.

Em uma das imagens, o fotógrafo afirma ter capturado a imagem de um dos falecidos. Amigos do morto concordam com a suposição do fotógrafo, informando que a aparição translúcida parece estar vestindo o mesmo tipo de roupa que o amigo morto usava.

Fantasma? Imagem desfocada? Fraude?

Abaixo um breve resumo do vídeo:

Locutor: "O que se segue é uma daquelas histórias que podem se transformar em uma lenda. Um carabineiro (policial militar) tem certeza de que fotografou o espírito de um homem que morreu poucos minutos antes em um acidente de automóvel."

Repórter:"Imagens de um espírito observando seu próprio cadáver. Simplesmente arrepiante. Isto é o que podemos ver nesta fotografia no círculo em vermelho."

Fotografado em 19 de Julho de 2008 por um carabineiro a apenas 20 minutos, após um acidente na Estrada A-16, conhecida pelos chilenos como "A Estrada Maldita".

No acidente morreram, Fernando Guerrero Tapia 50 anos de idade e Alberto Galligillos Morardes, 43. Estas são as imagens do acidente fatal.

O Espírito seria de Fernando Guerrero Tapia. De acordo com os seus amigos, a silhueta translúcida parece usar a mesma roupa que Fernando Tapia usava quando morreu.

sexta-feira, 12 de março de 2010

1

Ectoplasma (parapsicologia)


Ectoplasma do Grego "ektós": por fora + "plasma": molde ou substância), na acepção daparapsicologia, designa supostamente uma espécie de vapor esbranquiçado que sai do alegado Psíquico (médium), mais frequentemente pela boca, mas que pode sair por qualquer parte do corpo. É também supostamente sensível a determinados impulsos, se exterioriza a partir do corpo de determinados indivíduos com características especiais (Psíquico), permitindo a materialização de corpos humanos distintos daquele de onde saiu ou de membros tais como mãos, rostos e bustos (ectocoloplasmia - formação de apenas partes ou membros do objeto ou coisa materializada). Não existem evidências científicas que corroborem sua alegada existência e nenhuma prova foi apresentada que desse sustentação a afirmação de fé.

Acepção Espírita


O Ectoplasma é, alegadamente, uma substância fluídica, de aparência diáfana, sutil, que flui do corpo de um médium apto a produzir fenômenos físicos, principalmente a materialização. Nenhuma dessas afirmações foram demonstradas em ambiente controlado.

O termo ectoplasma foi criado por Charles Richet, Nobel de Medicina em 1913, por trabalhos relativos a anafilaxia (reações alérgicas), após isso, C.Richet se dedicou a trabalhos com o intuito de descrever experiências sobre os fenômenos de materialização produzidos pela médium Eva Carrière, em Argel, em 1903.História do Espiritismo. Artur Conan Doyle; trad. Júlio de Abreu Filho. Ed. Pensamento. 1960.

Na tentativa de dar veracidade aos argumentos, um inexistente professor italiano Imoda,foi inventado, tanto quanto um suposto livro "Fotografias de Fantasma". Nessa fraude, diz-se que é publicada uma teoria elaborada a partir das experiências de ideoplastia que realizou com Charles Richet, onde propõe três formas para o ectoplasma: a invisível, a fluídica-visível e a concreta. Posteriormente, Gustave Geley, fundador do Instituto Metapsíquico Internacional de Paris, alegou nas sessões de materializações que o ectoplasma, ainda na forma invisível, girava em torno das pessoas antes da produção dos fenômenos. O Professor Geley afirmava que, nestas sessões, que realizou na Europa e nos Estados Unidos junto a outros cientistas, Espíritos, ou "operadores" como Geley os chamava, agiam sobre o cérebro do médium, para provocar a emanação do ectoplasma invisível, que ia se acumulando até que fosse empregado por esses mesmos espíritos para produzirem diversos tipos de fenômenos mediúnicos de efeito físico, tais como a materialização e a levitação, infelizmente esses trabalhos realizados no fim do século 19 e inicio do seculo 20, ocorreram sem qualquer metodologia e foi palco para fraudadores e charlatões que foram todos desmascarados posteriormente e jamais houve tentativas de repetição que lograssem qualquer êxito até os dias atuais.

O ectoplasma é equivocadamente e sem qualquer evidência, descrito como um fenômeno natural mediúnico que produz uma substância etérea (semi-material) com a propriedade ou possibilidade de adensar-se até ficar ao alcance dos cinco sentidos humanos, tornando-se visível, tangível e, ainda, sob o influxo da vontade dos espíritos, moldável, assumindo a forma e algumas características de objetos ou seres orgânicos, inclusive corpos humanos completos.


Outras Acepções


O termo ectoplasma, largamente utilizado no cinema em filmes e desenhos animados onde aparecem fantasmas, ganhou certa popularidade, e teria tido acepções não necessariamente condizentes com os conceitos religiosos ou parapsicológicos, nem por isso menos verdadeiro considerando que trata-se de suposição.

É no Espiritismo, consoante seu crescimento ocorrido no Brasil, entretanto, que o vocábulo ganhou definições mais específicas, estabelecendo-se conceitualmente como a substância base para as manifestações físicas decorrentes de supostos fenômenos mediúnicos.

Críticas


As pesquisas em relação ao aporte foram feitas até a década de 1920, não empregando métodos cientificamente válidos nos padrões dos dias de hoje. Não existem evidências científicas para a alegação do aporte. Não existe qualquer evidência que dê sustentação à afirmação religiosa de que ectoplasma existe, tratado-se portanto de definição que existe somente no credo religioso.

Dr. Hernani G. Andrade - "O ectoplasma é Substância formada com recursos da natureza originando-se dos tecidos vegetais (ectofiloplasma) e de origem animal (ectozooplasma) e de origem mineral (ectomineroplasma)".

Para atingir a materialização será necessário:

A – Forças superiores e sutis da nossa esfera.

B – Ectoplasma – extraído do médium – energia da natureza terrestre material para obter a tangibilidade real.

Fluidos: -A – Forças superiores e sutis da nossa esfera.

Fluidos: – B – Recursos do médium e dos que assistem = Ectoplasma.

Fluidos: - C - Energias da natureza terrestre.

Os fluidos “A” podem ser os mais puros e os fluidos “C” os mais dóceis, mas os fluidos “B” são capazes de estragar e impedir a materialização.

Protoplasma: é a substância que constitui a parte essencial da célula animal ou vegetal e que envolve o núcleo, matéria viva e ativa.

Entretanto, para os espíritos, o ectoplasma é geralmente conhecido como um plasma de origem psíquica, que se exala principalmente do médium de efeitos físicos e um pouco dos outros. Trata-se de uma substância delicadíssima que se situa entre o perispírito e o corpo físico e, embora seja algo disforme, é dotada de forte vitalidade, servindo de alavanca para interligar os planos físico e espiritual. Historicamente, o ectoplasma tem sido identificado como algo produzido pelo ser humano, que, em determinadas condições, pode liberá-lo, produzindo vários fenômenos. O ectoplasma é de difícilmanipulação, pegajoso, não se moldando facilmente. Por isso, exige treinamentos e técnicas para que os espíritos possam se utilizar deste fluido. Não é o espírito que se materializa, mas é o ectoplasma que se adere à forma do perispírito dele. A substância sofre bastante a influência da luz do dia e da luz branca, o que causa interferências no fenômeno, tornando-se ideal a utilização de uma luz com tom avermelhado. A materialização pode acontecer sob o efeito da luz branca, mas é preciso haver muito ectoplasma. Também é difícil fazer fotos desse fenômeno com flash, uma vez que há interferência da luz nesse momento. Nas materializações, não é utilizado diretamente o ectoplasma puro exalado pelo médium. É necessário combiná-lo com outros fluidos (espirituais, físicos), ou seja, utilizar nas materializações o ectoplasma elaborado. A presença de apenas uma pessoa incrédula no ambiente dificulta ou até impede a aderência do ectoplasma no perispírito do espírito.

Aqui relacionamos alguns tipos de ectoplasma.


Se o ectoplasma está relacionado com a matéria que constitui o corpo humano, ele deve existir também nos minerais, nas plantas e nos animais em geral. Em termos de complexidade, esse ectoplasma não deve ser igual ao existente nos seres humanos.

Em princípio, o ectoplasma mineral é o mais simples. Nos vegetais, que se alimentam principalmente de materiais inorgânicos, ele se apresenta de modo relativamente mais complexo, em virtude de ter sido trabalhado por eles a partir do material inicial. Já nos animais, que se alimentam de produtos minerais, vegetais e mesmo outros animais, o ectoplasma deve adquirir uma maior complexidade.

Assim, em função da espécie de vegetal ou animal, certamente haverá qualidades diferentes de ectoplasma. Essa dedução é fácil de ser feita, pois, ao que se sabe, o ectoplasma não-humano não é suficiente ou adequado para a realização de fenômenos físicos e de materialização, já que, se fosse, eles ocorreriam livremente pela manifestação de espíritos desencarnados. Haveria interferência direta destes no mundo dos encarnados, criando grande confusão. No livro Espírito, Perispírito e Alma,Hernani Guimarães Andrade propõe a existência dos seguintes tipos de ectoplasma: ectomineroplasma, originário dos materiais minerais; ectofitoplasma, extraído dos vegetais; ectozooplasma, produzido pelos animais; ectohumanoplasma, gerado pelos humanos. Mas para efeito de simplificação de terminologia, no sentido de tornar o significado mais acessível às pessoas, podemos dizer apenas ectoplasma mineral, vegetal, animal e humano.

O ectoplasma é matéria?


Podemos definir matéria como tudo que é constituído pelos elementos químicos constantes da classificação periódica, além, é claro, dos próprios elementos e das partículas subatômicas. E também aquilo que possui massa e energia, estando sujeito à ação da gravidade, tem peso e ocupa um certo volume no espaço, além de interagir fisicamente com outras porções da matéria através das reações químicas. Já o ectoplasma está sujeito à ação da gravidade e interage fisicamente com a matéria docorpo humano. Nas fotografias, vemos ele sair da boca de um médium como se fosse um pano. O fato da substância cair na direção do solo e do espírito materializado a partir dela estar junto ao chão são evidências de que este fluido está sujeito à ação gravitacional. Alguns autores que já estudaram o ectoplasma em trabalhos de materialização e de efeitos físicos verificaram a ação da gravidade através de balanças. Portanto, podemos concluir que o ectoplasma é matéria. Podemos? Este raciocínio nos conduz a uma conclusão bastante interessante, ou seja, parece haver alguma coisa que se comporta como se fosse uma matéria paralela à que a química descreve. Em outras palavras, é como se houvesse um outro conjunto de elementos químicos coexistindo com aqueles previamente conhecidos ou previstos pela química, como se fosse possível estabelecer pelo menos uma outra classificação periódica.

Apresentação e produção.


O ectoplasma é um combinado de substâncias. Quando os espíritos desencarnados podem dispor dele em bastante quantidade, utilizam-no para a produção de fenômenos mediúnicos de efeitos físicos, combinando-o com outras substâncias extraídas do reservatório oculto da natureza.

Para a visão dos desencarnados, o ectoplasma se apresenta como uma massa de gelatina pegajosa, semilíquida e branquíssima que é exalada por todos os poros do médium, mas em maior proporçãopelas narinas, pela boca, pelos ouvidos, pelas pontas dos dedos e até pelo tórax.

À feição do magnetismo, ele é energia disseminada e presente em toda a natureza, a qual, pela lei evolutiva, é mais apurada no homem do que no mineral, no vegetal ou no animal.

Deduzindo-se que os espíritos encarnados, em contato com a matéria durante a encarnação,produzem o ectoplasma, podemos chegar a algumas conclusões. Se admitimos a existência desta substância nos minerais, nas plantas ou nos animais, podemos entender que um dos ingredientes que forma o ectoplasma é originário dos alimentos, enquanto outro provém do oxigênio que respiramos. Ainda há um outro ingrediente, produzido no interior das células de nosso corpo físico. O que ocorre é uma transformação desses ectoplasmas primários em ectoplasma humano. Mas onde e quando ocorre o processo metabólico das reações químicas, físicas e biológicas entre os fluidos resultantes da alimentação, da respiração e da atividade celular que geram o ectoplasma? É difícil de se afirmar com certeza onde ele se forma no ser humano. A observação indica uma grande movimentação fluídica no abdome, na altura do umbigo, o que leva alguns pesquisadores a admitir que se forma ectoplasma noaparelho digestivo, através do metabolismo dos alimentos no corpo. Outro lugar em que é comum se perceber que existe uma grande quantidade dessa movimentação é no tórax, fazendo alguns estudiosos concluírem que a produção de ectoplasma ocorre através da respiração, pelo oxigênio.

Como a ciência acadêmica admite que esse fluido se forma no interior das células, muitos entendem que o ectoplasma se forma por todo o corpo no nível celular, embora em quantidades e qualidades diferentes. O sangue pode carregá-la até os pulmões, onde se libera para ser eliminado, da mesma forma que o carbono resultante do metabolismo.

Entretanto, para os espíritos, o ectoplasma é uma substância delicada que se produz entre o perispírito e o corpo físico, interligando o plano físico com o espiritual. Isso nos permite deduzir que os fluidos resultantes da alimentação, da respiração e da atividade celular são captados por meio doschacras gástrico e esplênico, transformando-se em ectoplasma no interior do duplo etérico.Poderíamos chamar isso de "metabolismo do ectoplasma". Mas é bom lembrar: nas materializações ou nos fenômenos de efeitos físicos, não se usa diretamente o ectoplasma humano que exala do médium. É preciso combiná-la com outros dois tipos de fluidos (espirituais e da natureza) para obtermos o ectoplasma elaborado.


Artigos Originais (clique no titulo)

Ectoplasma - Wikipédia
Ectoplasma - Centro Espírita Ismael

quarta-feira, 10 de março de 2010

0

Médium Allison DuBois: Bebê desaparecido será encontrado


A médium Allison DuBois


Em 26 de dezembro do ano passado, o pequeno Gabriel Scott Johnson, de 8 meses, desapareceu em San Antonio, Texas.

As suspeitas recaíram sobre a mãe, Elizabeth Johnson, que não soube dar uma explicação para o sumiço da criança.

Elizabeth foi presa em Miami e transferida para uma prisão no condado de Maricopa sob acusação de rapto.

O pai, Logan McQueary, continua buscando seu filho com a policia de San Antonio. O caso comoveu o público americano que acompanha as buscas com interesse.

Agora a famosa médium Allison DuBois, cujos alegados poderes clarividentes deram a base para o enredo da série "Medium" da CBS, transmitida no Brasil pelos canais SBT e Sony, afirma que o bebê Gabriel será encontrado.




"Eu sinto que será achado", disse DuBois. "Sinto os helicópteros em cima do lugar; é um lugar que eles estão olhando."

"Eu penso que ela fez isto para magoar o pai". "É quase como se Gabriel fosse um peão... Isso me deixa doente, porque as crianças não podem se defender, especialmente bebês como esse."

DuBois disse que usou vários métodos para obter um entendimento do caso. "Por exemplo, se eu olho para uma foto de Gabriel, primeiro eu vejo os olhos ", disse ela.

"Essa é a minha janela para ele. Mas porque ele é tão jovem e não pode se comunicar, é muito difícil para mim extrair informações dele."

O que ela não pôde ver a partir de Gabriel, ela viu em um vídeo de Elizabeth na corte, e no som de sua voz gravada, disse DuBois.

DuBois também olhou para as mensagens de texto de Elizabeth enviadas para o pai de Gabriel, Logan McQueary, um dia depois que o bebê foi visto pela última vez.


Elizabeth Johnson

"Eu já estou embarcando em um avião para fora do país", Elizabeth Johnson escreveu em uma das mensagens. Em outra escreveu: "Quando eu ficar segura enviarei um email com a localização exata do pequeno corpo morto azul de Gabriel, se o lixo não estiver na frente".

Allison DuBois acredita que Elizabeth enviou as mensagens para magoar McQueary, e até mesmo incriminá-lo. Também disse que acredita na inocência de McQueary, e que ele não desempenhou qualquer papel no que pode ter acontecido com seu filho.

"Ela está tentando fazer seu ex parecer uma pessoa má - o que ele não é ", disse Dubois. "O pai do menino esta dizendo a verdade e ama o filho."

0

Medium será chamado para contato com 'fantasma'


Um "fantasma" na loja Simply Food & Drinks, na Durranhill Road, em Botcherby, Carlisle, Reino Unido, está causando polêmica ao redor do mundo e os donos da loja já pensam em chamar um médium.
Desde que apareceu no site News & Star, 5.000 pessoas fizeram o download da gravação misteriosado Espírito no lado de fora da loja em Durranhill Road (clique aqui e assista ao vídeo).
Imagens da aparição também apareceram em sites de notícias romenos, suecos e japonenes. As cenas estranhas foram vistas pelas funcionárias Trish Nolan e Sonya Hird quando o "fantasma" apareceu dentro e fora da loja quase 10 vezes em uma hora, na semana passada.
A gerente Sue McKie, disse ao News & Star, que os acontecimentos sobrenaturais continuaram no fim de semana. O "fantasma" aparece como uma névoa branca estranha nas telas do circuito interno que mostram o exterior da loja.
Ela se move em torno da área antes de desaparecer. McKie disse: "Aconteceu de novo no fim de semana. Eu não acredito em fantasmas, mas não posso explicar o que está acontecendo. Aconteceram algumas coisas muito estranhas. "
Ela acrescentou que os donos da empresa estão organizando a visita de um medium a loja e esperam lançar luz sobre o mistério.
Ela disse:"Os funcionários estão um pouco assustados e querem descansar as cabeças. "Temos seis câmeras na loja que desligaram aleatoriamente, mas a data e a hora permanecem na tela." A câmera de fora da loja também parece mostrar uma luz vindo de dentro da loja durante a madrugada.
"Mas neste momento a luz estava desligada, todas estão ligadas em um timer, e as persianas abaixadas."
Ela acrescentou que as câmeras foram limpas, assim uma marca na lente não poderia ser a culpada. McKie viu todas as filmagens, e observou 14 aparições "fantasmagóricas" no sábado e sete no domingo.
 Assim como capta a atenção de todo o mundo, o fantasma tem captado a atenção da população local. Uma teoria diz que o fantasma foi perturbado por trabalhadores reformando um apartamento na estrada, com reputação de mal-assombrado.
Tradução: Carlos de Castro
Fonte:Sobrenatural.org

segunda-feira, 8 de março de 2010

5

Projeto Neblina e Avalon Livros juntos para presentear você com essa Promoção Incrivel.

                   
Você tem um lugar para o Projeto Neblina pesquisar? Você tem certeza que o lugar é assombrado? Mora no Rio de Janeiro?
Então não perca tempo e mande a sua historia com endereço do local e seus dados de contato, para nosso formulário que se encontra no blog.
Se seu caso for o escolhido você ganha um exemplar o livro "FATOS DA PARAPSICOLOGIA" inteiramente de graça em sua casa e ainda pode acompanhar nosso grupo na investigação. (Veja o regulamento)


0

Fenômenos paranormais assustam famílias em Belém / POSTADO POR INEXPLICAVEL.ORG EM 28/9/2009 10:06:08


No último mês de maio, a família Batista, em Icoaraci, voltou a vivenciar um fenômeno que ainda não encontrou uma explicação capaz de satisfazer os cerca de 10 integrantes da família. Os de uma  queimaram todos de uma só vez. “Ninguém sabe dizer o que acontece”, diz Gonçala Batista, a matriarca da família, enquanto mostra a madeira chamuscada da . No quarto ao lado, Maria Ivete também aponta para os sinais de  que atingiram a parede e a cama. “Surge do nada”, diz ela.
Combustão espontânea, objetos que são arremessados de um lado a outro, copos e pratos que se quebram sem motivo aparente. Os exemplos são variados e mais comuns do que se pode pensar quando se fala em eventos paranormais. Não é difícil encontrar alguém que tenha uma história para contar. E o que antes era considerado apenas um ato de charlatanismo para os mais céticos ou uma demonstração da existência de forças ocultas pairando sobre a nossa existência terrena, já é estudado com seriedade pela ciência.
Um exemplo disso é que em julho a revista Superinteressante dedicou nove páginas ao tema. Em resumo, a publicação diz que a paranormalidade está “mais do que nunca no mundo da normalidade mesmo”. Será?

FOGOEm abril do ano que vem se completam três anos desde que a família Batista começou a viver os pesadelos da combustão espontânea em . A família morava na rua Juvêncio Sarmento, em Icoaraci, conhecida pelos moradores como 5ª Rua. O relato é de Rita Batista:
“Começou pela parte da noite. Voltávamos da igreja quando apareceu um foco de incêndio. Os objetos que inflamavam rápido apagavam num canto e outro aparecia pegando fogo no outro canto. Foi a noite inteira assim. Ninguém dormiu essa noite. Lá pelas seis da manhã colocamos os móveis todos na frente da casa. Um vigia passou e disse que estava tudo queimando. Perdemos oito colchões nesse dia, além de toda a ”.
Os fenômenos passaram a se repetir. Foram pelo menos quatro meses em que o fogo aparecia ‘do nada’. O vizinho Raimundo Nonato é testemunha. “Pegava fogo nos tijolos da casa. Trouxeram três padres de Marituba para olhar a história, mas o primeiro deles logo que chegou passou mal e caiu no chão. Eles não demoraram nadinha”, lembra.
Psicólogos também passaram pela casa para estudar o fenômeno. A mídia caiu em cima. A família se retraiu. Mudou de endereço. Hoje todos moram numa área da periferia de Icoaraci. Mas de vez em quando o fogo espontâneo faz uma visitinha.

Novena contra chuvas de pedras
Talvez o fenômeno que importunou a família Batista não seja tão espontâneo assim. Autor de dois sobre o assunto, o padre Jaime Pereira não acredita muito em fenômeno de outro mundo. “Normalmente é alguém da casa que libera uma energia e faz com que tudo aconteça. É alguém que está precisando de ajuda e pede socorro”, diz o padre. Segundo ele, já foi constatado que quando essa pessoa muda de casa, os fenômenos desaparecem ou se mudam junto com ela.
Com a família Batista ocorreu isso. E também com a família de Leda Maria de Souza Santos, de Mãe do Rio. Na casa dela, eram pedras que voavam de um lado a outro, sempre que o marido Edvaldo, o Baiano, ou a filha Emília estavam por perto. “Começou de noite na garagem da casa”, lembra Leda, hoje viúva com 67 anos.
Foram 24 horas de pedras surgindo dos mais diversos lados. “Teve uma pedra que bateu no vidro da. Outra apareceu numa jarra de vidro. Outras em copos e muitas batendo no telhado”, conta.
A solução foi religiosa. Leda Maria convocou algumas missionárias e promoveu sessões de novena em casa. Foram nove noites seguidas. As pedras pararam de incomodar. Não voltaram mais. A filha Emília mudou para Belém e, atualmente evangélica, se recusa a tocar no assunto. A casa foi alugada para a prefeitura. Ou seja, se pedras vierem, talvez não sejam um fenômeno sobrenatural e sim algum tipo de protesto da população, caso a administração municipal não corresponda às expectativas dos eleitores.

Aposentada acabou caso esbravejando contra visagem


>>  Alzira de Melo, cuja família tinha as coisas reviradas em casa durante todas as noites: problema só resolvido após conversa dura comas ‘visagens’.

Em Belém, a aposentada Alzira de Melo Gonçalves viveu situação semelhante à da família Santos, de Mãe do Rio. “Um dia acordamos com as coisas todas espalhadas pelo chão, inclusive dinheiro. Pensamos que havia entrado ladrão, mas não levaram nada. Que ladrão é esse que espalha tudo e não rouba nada, pensamos”.

Foi só o início. Começariam as pedradas na parede e no telhado. Garrafas também caíam da mesa e vozes eram escutadas. “Um dia, a caixa de discos do meu filho foi jogada ao chão. Toda noite era isso”, lembra Alzira, de 76 anos.


Uma anciã saiu para visitar uma amiga. Deixou os três filhos em casa. Não demorou muito e os três surgiram esbaforidos e amedrontados, dizendo que as ‘visagens’ estavam fazendo um carnaval na casa.

Alzira voltou e, no , próximo a uma ponte, decidiu ter uma conversa definitiva com os ‘autores’ do fenômeno. Foi algo mais ou menos assim: “Estou conversando com quem eu não sei, mas quero que parem com isso. Não mereço isso. Se for o demônio é bom saber que não estou com medo, porque estou com Deus. E se for para me matar, pode me matar, mas deixe meus filhos fora disso”.

Ao lado, o  que acompanhava Alzira uivava e latia. “Parecia que estava vendo tudo”, lembra a aposentada. Se foi a conversa franca que teve com as ‘forças do além’ o que encerrou os fenômenos, Alzira não sabe explicar. Mas garante que nunca mais teve problemas.

“Primeiro temos que descartar a questão da fraude. E se for necessário, encaminhamos a família para uma espécie de terapia. Só em última instância é que buscamos explicações sobrenaturais”, garante o padre Jaime. “Se é natural ou não, nem quero saber. Só quero que não me perturbe mais”, resume Alzira.

fonte(Diário do Pará)

sábado, 6 de março de 2010

0

Câmeras Fantasmas Hotel Knickerbocker

Conhecido por atividades Paranormais o Knickerbocker em Linesville, Pannsylvania, o antigo Arlington,
tem uma longa história de atividade paranormal.
Peg e Myrle Knickerbocker estavam cientes das histórias de quando tomou posse total do edifício em 2005.
Peg é sensível às "altas vibrações".

Evidências recentes Knickerbocker foi postada na página de Investigações.
Peg capturou fotos de  névoa ectoplasma e EVPs  ao longo dessas web cam.


Streaming .TV shows by Ustream


Live video chat by Ustream

Free live streaming by Ustream



Se quiser saber mais entre no site http://www.knickerbockerlinesville.com/

1

Fotografias e Vídeos de supostos fantasmas (parte 2)

Um grupo de adolescentes pela primeira vez viajando sozinhos, resolvem fazer a brincadeira do copo. Tudo dava certo, todos pensavam que quem movia o copo era o rapaz da foto. Mas o copo quebrou. Todos estranharam, mas logo esqueceram. Esse rapaz foi o primeiro a ir dormir naquela noite. Seus amigos foram aprontar com ele e tiraram uma foto.
No dia seguinte, ele não acordou. Todos tentaram mas foi em vão. Ao perceberem o que aconteceu, o levaram para o hospital, mas era tarde. A necrópsia acusou que o rapaz já estava sem ar no corpo há mais de 8 horas, além do coração estraçalhado, como se tivesse sido comprimido. Algumas semanas depois, quando as fotos foram reveladas, isto apareceu.
Comentário: A imagem foi criada para uma página chamada… “Como criar falsas fotos de fantasma”. A autora é Niki Harless, da Filadélfia, EUA. Alguém resolveu que repassar a imagem sem dizer que era falsa seria mais interessante. E que seria ainda mais interessante inventar uma história.



Imagem de uma mulher dentro de um quarto ao pé da cama E.U.A.
Comentário: Uma foto boa, mas uma foto em preto e branco pode iludir. Esta foto bate com a descrição geral de um fantasma, meio transparente com um rosto não muito definido.  Mas mesmo assim é uma foto boa.
 


Sensacional fotografia tirada em um bosque Australiano.
No centro na imagem esta claramente um forma feminina.
Comentário:Fotografia muito boa, muito nítida, e não há distorção ou diferença na iluminação entre a imagem da mulher e a do ambiente. Mas porque a imagem esta centralizada? A pessoa viu o fantasma e tirou a foto? Ou é uma fotografia muito bem forjada? E se foi forjada, porque colocar a imagem bem no meio, o que faz ela parecer falsa? Geralmente as pessoas só vêem os fantasmas depois que o filme sai. Geralmente eles aparecem por acidente.


Uma das melhores imagens. Não há sinais de fraude digital, as várias linhas horizontais são comuns em imagens de baixa qualidade captadas por telefones celulares, e elas passam sem adulteração sobre a menina fantasma ao fundo. Um realce também parece revelar um tênue reflexo no chão.



Aqui está uma foto feita em Dezembro de 1981. Sem dúvida, o "fantasma" aparente "foi causado pela luz, mas a forma da imagem e a maneira como ele parece ter seus braços em volta do menino de uma forma de proteção é um pouco assustador.
                                       

Fantasma aparece em foto da BBC
O jornalista da BBC Chris Sandys diz ter capturado o que parece ser a imagem de um fantasma em uma foto que tirou no museu do cientista e cirurgião britânico Edward Jenner, em Gloucestershire, na Grã-Bretanha.
Ele explica que a foto mostra o que parece ser um homem grande, sem camisa e usando calça azul, sentado entre duas camas.
"Eu olhava para o quarto com meus próprios olhos, e olhava a foto, tentando decifrar o que poderia ter criado essa imagem," diz Chris.
"Como empregado da BBC, eu não poderia nem pensar em alterar qualquer foto. Perderia meu emprego," afirma o jornalista.
O museu foi a residência de Edward Jenner de 1785 a 1823. Foi ali que o cientista desenvolveu a vacina pioneira contra a varíola.
 

Video do filme 3 Solteirões e um bebê





sexta-feira, 5 de março de 2010

0

Fotografias e videos de supostos fantasmas (parte 1)

A chamada “fotografia de Lorde Combermere” foi publicada em 1895, e até hoje é considerada um mistério. Ela foi obtida em 1891 por Sybell Corbett, na biblioteca do Combermere Abbey, em Cheshire, Inglaterra. A idéia era fotografar a biblioteca da casa, de modo que a película ficou exposta por cerca de uma hora. Durante esse período, ninguém teria entrado no aposento; apesar disso, uma figura difusa surge na cadeira, sugerindo a imagem de um homem de idade. Quando a fotografia foi revelada e mostrada a uma parente de Lorde Combermere, ela disse que a imagem se parecia com ele, apesar de ser muito difícil de se distinguir os detalhes. O que vale ressaltar é que, no momento em que a foto foi obtida, Lorde Combermere estava sendo enterrado a poucos quilômetros da casa. O investigador Sir William Barrett, da Society of Psychical Research, chegou a dizer que um empregado deveria ter entrado na biblioteca e sentado na cadeira, no período de uma hora em que a câmera estava com o obturador aberto, deixando uma “imagem fantasmagórica”. No entanto, posteriormente, Barrett reconsiderou sua posição, percebendo que a imagem não se parecia com a de qualquer dos empregados da casa, e que todos os empregados homens se encontravam no funeral no momento."



A foto do chamado fantasma de Raynham Hall foi obtida quando o fotógrafo estava arrumando seu equipamento, ao pé da escada. A figura, que segundo se diz é de uma mulher, desceu em sua direção, e ele aproveitou a oportunidade para registrar a aparição.



    Essas  fotos foram tiradas por uma investigadora em Portugal.





A mesma fotografia, meramente alterada com o programa Jasc Paintshop Pro 9:



Foto tirada de uma criança.
Quando foi revelada apareceu isso.




Video gravado pelo circuito interno de uma blockbuster.


POCONG é um nome popular de fantasma para povo indonésio, como o Drácula na Europa.
No ano passado foi gravado o vídeo que estão vendo aqui, até hoje ninguém conseguiu descobrir se é montagem ou não.